JCT Music

sábado, janeiro 23, 2010

Só mesmo a Clara claro!

Ora bem, em Janeiro o principal tema de discussão nas tabernas e barbearias do País não foi o Orçamento de Estado apoiado no tripé PS-CDS-PSD, nem a colocação das Escutas do inimputável Pinto da Costa no YouTube, nem a Ruth Marlene ter pousado para a Playboy por 800 euros, nem a agressão de um Sportinguista a um brasileiro,
mas sim...

... a Exposição Fotográfica no Centro Cultural de Cascais dos.....

!!! Orgasmos da Clara Pinto Correia
!!!


Sim, porque em Portugal, este tipo de manifestações artísticas são amplamente debatidas pela população, particularmente a masculina, naqueles estabelecimentos de difusão cultural. Tendo a Clara em relação a esta Exposição, ganho elevada notoriedade. Sendo ao longo do mês tema de inúmeros debates, alguns bastante acesos, não só pela sua imensa cultura e bom senso (bem patentes neste evento em Cascais) mas sobretudo por ter adicionado a estes aspectos da sua personalidade, este novo tema mediático-cultural, fruto da sua também elevada inteligência.

Uma vez que este blog não se dedica a divulgar as representações daquele tipo de Arte, deixa-se apenas - para os mais curiosos - a url das fotos no DN:

http://dn.sapo.pt/galerias/fotos/?content_id=1465082&seccao=Portugal

PS: pelo esforço que não deve ter sido pouco, esperamos que o fotógrafo tenha sido bem pago... ...qualquer coisita mais que os 800 €, que um outro cobrou à Ruth.


Oh, How I Love You

P o r T u g a l

video


Oh, Alegre estás disponível para escrever qualquer coisa
para este homem musicar ? Sempre te distrais e não dizes,
não publicas, nem fazes disparates durante algum tempo...
O que achas, estás disponível como dizes no teu site?



De Mansinho....

(quem regressa da vida na cidade, homenagem a Fratel e à sua estação de comboios )

video

Estação Da Minha Vida
(Vitorino)

Pouca Terra, muita Terra
Deixo um mar
De genTe em sobressalto
Pra viver o dia a dia

Quem me espera, quem me dera
Ter-Te ao pé de mim
Pra todo o sempre
Num mundo de fantasia

Vou ficar
Espero agora encontrar
Os campos, FraTel imenso abraço
De mansinho, o sol quando nascer
Vai dar luz
À estação da minha vida

Adeus Tejo, não me deixes
Não posso passar
Sem o silêncio enTendido
Das Tuas águas

Sem vaidades, sem queixumes
Deixem-me viver
Onde com esperança
Um dia fui Tentar a vida

Vou ficar
Espero agora encontrar
Os campos, FraTel imenso abraço
De mansinho, o sol quando nascer
Vai dar luz
À estação da minha vida

terça-feira, janeiro 19, 2010

O Alegre Candidato Alegre

Quando é que esta gente percebe
que o seu tempo já passou?


Já a mensagem - agitando um pouco - parece continuar algo actual...