JCT Music

domingo, junho 11, 2017

Na estalagem a meio caminho (1919)

Nunca ali passei
E nunca de ali saí.
Ali, em mim, como rei,
Podia reinar, bem sei;
Mas o esforço {é} uma sombra, e nem existe ali.
Não morei onde estive,
Não vivo onde ‘stou.
Sonho como quem vive
Na estalagem do declive
De mim p’ra mim, de quem quero ser p’ra quem sou.

Sem comentários: